Proposta Pedagógica

Um pouco sobre o processo de ensino-aprendizagem, nas palavras da nossa Diretora Pedagógica.

Conhecer

Para desenvlver o raciocínio lógico e a capacidade de compreensão.

Conviver

a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas.

Fazer

aprender a viver juntos, aprender a viver com os outros.

Ser

que possibilita o desenvolvimento do indivíduo.

Comumente ouvimos o termo processo ensino-aprendizagem no âmbito escolar. Quando nos referimos a ele deveríamos entender por:

Processo: um conjunto de fases sucessivas ou período de evolução de algo.
Ensino/ensinar: do latim insignare, que significa instruir sobre, mostrar algo a alguém.

Aprendizagem/aprender: do latim apprehendere, compreender.

Então, processo ensino-aprendizagem deve ser um conjunto de ações que possibilitem a evolução de conceitos compreendidos. Quando compreendemos algo, damos significado ao conhecimento. O conhecimento, por sua vez, deve oportunizar a formação integral, ou seja, dar condições ao educando de: desenvolver a criatividade, formular ideias, argumentar, resolver problemas e reconstruir através do “fazer pedagógico”. O conhecimento não pode ser visto como algo pronto, acabado, mas em constante movimento e transformação.

Cada ser humano é único, e assim, suas necessidades e potencialidades diferem. O “fazer pedagógico” deve ser diversificado, as estratégias devem estar voltadas para a compreensão de fundamentos que possibilitem a autonomia intelectual e o raciocínio crítico.

A proposta pedagógica do Colégio Estillo foi desenvolvida nas teorias Construtivista e Socio-Interacionista, que fundamentam nossas ações e todo o “processo ensino-aprendizagem.

O aluno é respeitado como sujeito integrante desse processo. Leva-se em conta o que ele traz como “conhecimento prévio” e a partir daí, faz-se a “instrução” para que a aprendizagem aconteça, para que novas “ideias” façam parte do conhecimento adquirido e transformado.

A verificação da aprendizagem para oportunizar “novas estratégias” de ensino e, consequentemente, da própria aprendizagem, é outro fator fundamental para que as interferências ocorram em tempo integral e de forma pontual, direta e objetiva, possibilitando resultados positivos e o “aprender a aprender”.

Avaliar, portanto, não é apenas uma etapa deste processo (entre o ensino e a aprendizagem), que é inacabável.

O Colégio Estillo tem competência para fazer (sabe e faz), coragem para transformar e seriedade para avaliar, qualificando o educando para uma nova cidadania plena, para a formação ética e para a satisfação de uma formação integral.

Ana Maria de Borba

Diretora Pedagógica

  • Receba as Novidades

    fique sabendo de tudo que acontece no Colégio Estillo em primeira mão. cadastre-se agora!
  • Copyright © 2017
    todos os direitos reservados.
    41 3668.1942 41 98490.5452
    R. Peabiru, 140 – Emiliano Perneta, Pinhais – PR, 83324-480